Lula disse que deseja ser respeitado como demônio

Um ano de ser preso, durante um discurso em Brasília, o ex-presidente Lula da Silva afirmou que devia ser respeitado como se fosse o próprio Satanás. “Eu não tenho cara de demônio, mas quero que me respeitem como se eu fosse”, afirmou Lula. O petista fazia referência ao fato de que, nos anos 1980, o prédio da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechava as portas quando havia manifestações petistas na região.

Pois, os anos 80 acabaram e Lula passou a ser visto como um ladrão. Um assaltante do dinheiro dos trabalhadores brasileiros. Um criminoso falastrão.

Com o novo Governo que apeou o PT do poder, a gang do MST não terá mais respaldo de tocar fogo nas estradas e quebrar patrimônio público

Assista o vídeo: 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *