Alvaro Dias defende cassação do registro do PT

O senador Alvaro Dias, candidato do Podemos ao Planalto, disse que os crimes descritos pelo ex-ministro do Governo PT, Antonio Palocci, em sua delação à Justiça Federal são “um escárnio”. Documentos,  números de contas, gravações e comprovadas reuniões para o recebimento de propinas, são apenas detalhes da delação de Palocci.
O presidenciável defende que o registro do PT seja cassado. “Não foi uma vitória – em 2010 e em 2014 -, foi uma fraude.”

Alvaro acrescentou que, “mais do que nunca”, se justifica a presença de observadores da OEA no Brasil durante estas eleições.

“Eles estão acostumados a fraudar, a assaltar os cofres públicos para ganhar a eleição.”para não permitir o retorno do PT.”

Unidade contra o PT

Apesar do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso tentar agrupar os partidos contra a candidatura de Jair Bolsonaro, o efeito foi contrário. Candidatos do PSDB, abandonaram a candidatura de Geraldo Alckimin e voaram para outros ninhos como Marina Silva e Bolsonaro.

O tucano Bruno Araújo, candidato ao Senado em Pernambuco, gravou um vídeo em que diz: “Vivemos um momento crucial para o Brasil, que é não deixar o PT retomar as rédeas do país. Vai haver uma grande unidade nacional para não permitir o retorno do PT.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *