Os Melhores Pôsteres da Marvel Studios

– Homem-Aranha: De Volta ao Lar:
Teaser Poster 1

Se os pôsteres principais do filme ficaram marcados como exemplos ruins de pôster, pelo excesso de bustos de vários personagens, que foram meramente colados a um fundo celeste genérico, sem nenhuma relação entre si, o que gerou, inclusive, muitos comentários jocosos e memes na internet (um deles partindo do próprio ator Robert Downey Jr.), o mesmo não se pode dizer dos teaser posters.

O primeiro teaser poster é simples, porém, eficiente em proporcionar ansiedade aos fãs e espectadores. Com um cenário urbano muito bem posicionado, o Homem-Aranha aparece pendurado a uma torre olhando para baixo, transmitindo um ar de surpresa, ansiedade e insegurança à figura do personagem.
Além da “vertigem” de se estar vendo o herói pendurado em uma torre, os olhares mais atentos percebem que a torre em questão é a dos próprios Vingadores, o que representa visualmente a relação do herói com o grupo.

Teaser Poster 2

Esse outro teaser poster representa ainda de melhor forma o tom desse novo Homem-Aranha. Vestido com uniforme de colegial por cima do uniforme de herói, usando um headphone, deitado sobre um corrimão, este Peter Parker evidencia sua jovialidade.

A captura diagonal do plano ajuda a ressaltar este tom mais despretensioso e jovial desta versão do herói.

O título em fonte amarela e com letras com extremidades um tanto arredondadas – que transmite a sensação de leveza e empolgação -, seguido do subtítulo com fonte que emula a escrita manual, complementa a ênfase “teen” do projeto. O fato de um ícone da máscara do herói assumir a função da letra “o” de “Homecoming” torna a logo ainda mais divertida, até pela textura que remete quase que a uma pichação.

Ao fundo, a torre dos Vingadores está entre os prédios que podem ser vistos, ainda estabelecendo a relação do herói com o grupo.

– Doutor Estranho:
Teaser Pôster

Outro teaser poster de destaque é a do mago da Marvel, Stephen Strange. O que chama imediatamente a atenção é o fato do herói estar com a mão à frente do rosto, e, ainda assim, podermos estar vendo seu rosto por completo, que transparece através de sua mão. Isso já introduz visualmente o observador aos poderes místicos e transcendentais do herói, além das linhas luminosoas que saem do dentro de sua palma.

– Guardiões da Galáxia – Vol. 2:
Teaser Poster

O teaser poster dos Guardiões é outro que merece aplausos pela elegância de sua composição. Todos os heróis estão simplesmente em um momento de descontração, apoiados numa parede um ao lado do outro, o que transmite bem uma sensação de familiaridade entre eles.

O tom em preto-e-branco estabelece uma aura de memória afetiva associada a uma ideia de realização e sucesso, o que faz sentido, pois é uma sequência de um filme em que os heróis já foram introduzidos e já mostraram seu potencial de trabalho em equipe, que resultou em um final positivo.

A logo com uma fonte de letras geométricas, espessas e retilíneas, com algumas letras que fundem-se entre si, além de algumas possuírem extremidades chanfradas, transmite uma aura de tecnicidade e rebeldia, o que é compatível com o ambiente sci-fi da obra e com a personalidade dos personagens. O contraste entre essa fonte e a do “Vol. 2”, que é diferenciada e emula a textura de uma tinta, retratam muito bem a identidade do longa, que é uma space opera com forte tom de comédia.

Pôster Principal

O pôster principal do longa faz brilhar os olhos. Com seu tom multicolorido, o caráter despretensioso e cômico da obra se faz evidente.

O uso cromático triádico (cores que possuem o mesmo espaçamento entre si dentro do espectro cromático), no caso, o azul, o amarelo e o vermelho, proporcionam um tom épico ao visual.

Ao centro da composição, o protagonista atrai logo o olhar. Starlord, com uma arma numa mão e um toca-fitas na outra, representa o tom do filme: uma aventura com cenas de ação em pleno espaço sideral ao som de hits dos anos 80.

A posição das personagens também parece coincidir com o nível de importância ou de aparição na trama.

As linhas amareladas que formam um círculo ao fundo, juntamente com os contornos avermelhados internos, remetem a um globo, que alude ao conflito que enfrentam neste filme: um ser único capaz de se materializar na forma de um planeta inteiro.

– Thor Ragnarok:
Pôster Principal

Sem dúvida, o cartaz mais incrível de um filme da Marvel. Utilizando todas as cores primárias em degradê ao longo da peça, temos uma sofisticada composição que posiciona os personagens num crescendo segundo seu nível de poder ou imponência física.

A composição é dividida em círculos que posicionam Thor, o protagonista ao centro, e a vilã Hela, dentro da área relativa a Asgard, enquanto Hulk, com seu incrível figurino de gladiador – que marca sua figura de maneira única neste filme – se encontra dentro da área circular azulada, relativa à arena do Grão-Mestre no planeta Sakkaar, onde acontece o marcante duelo entre Thor e Hulk, representado de forma breve logo embaixo.

As ramificações negras de Hela são reproduzidas de maneira bidimensional atrás de Hulk, já entregando o antagonismo do mesmo na trama em certo ponto.

O tom multicolorido e a textura do plano de fundo, que parece tanto ser meio metalizada quanto remetente ao vácuo espacial, representam, respectivamente, o viés mais cômico e a ambientação interplanetária da trama, que deve ser a mais irreverente do MCU.

– Homem-Formiga e a Vespa:
Pôster Principal 1

Este cartaz já chama a atenção pelo uso de duas cores básicas complementares: o vermelho e o amarelo.
Nosso protagonista, Scott Lang, atrai o foco principal bem ao centro, porém, sua nova parceira, Hope Van Dyne, tem igual destaque, logo acima, estando num nível visualmente superior aos demais.

Assim como no pôster principal dos Guardiões, aqui também há uma boa hierarquia de foco nos personagens conforme seu grau de importância e presença na trama. O fundo preenchido com um padrão de módulos hexagonais remete ao mundo microscópico, e a divisão do fundo em linhas vazadas cada vez mais finas nas extremidades pode remeter ao Reino Quântico, abordado mais profundamente neste filme.

Essas faixas também podem remeter aos rastros de pneus num chão, o que faz sentido, pois a trama é marcada por uma extensa perseguição de carros. Isso, juntamente com o sentido diagonal do fundo e das letras do título do filme, proporcionam a noção de velocidade.

Pôster Principal 2:

Aqui temos uma disposição de personagens que lembra a estrutura do cartaz de “Thor Ragnarok”; porém, aqui, o crescendo está relacionado apenas aos protagonistas e à antagonista principal da trama, enquanto os personagens secundários estão ao fundo.

O fundo parece brincar com várias faces de algum composto formado por um padrão de módulos hexagonais banhado a um lindo dourado, o que dá intensidade visual marcante à peça e remete ao mundo microscópico, ao Reino Quântico e aos raios quânticos gerados pelo equipamento criado por Hope e Dr. Hank no filme.

Um cartaz bem chamativo para um filme com uma direção de arte mais comum do que outros filmes da Marvel.


Fábio Reis

Fábio Reis

Graduado em Design Industrial pela Ufam

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *