Michelle Bachelet difunde dados falsos sobre o Brasil

A chefe do Alto Comissariado de Direitos Humanos da ONU em Genebra, Michelle Bachelet, está difundindo mentiras vagas sobre “racismo”, ignorando que o Brasil é exemplo de legislação que pune com rigor esse crime.

Na quinta (2), divulgou haver “notificado” o governo brasileiro a “explicar o impacto da Covid” entre os índios. Irresponsável, a socialista Bachelet, ex-presidente do Chile, procuraria se informar e saberia que o Brasil já vacinou 87% de toda a população indígena adulta.

Índios vacinados

A ONU não deveria ignorar que dos 406.962 índios, 355.928 (87%) tomaram ao menos uma dose e 326.034 (80%) as duas doses de vacina. Os ativistas não deixam Bachelet saber (ou ela não tem interesse em ser informada), que o Ministério da Saúde já aplicou 681.962 doses de vacina na população indígena.

Redução

O Atlas da Violência acaba de registrar redução de crimes violentos no Brasil, mas ativistas de Bachelet difundem mentiras sobre as políticas implementadas pelo Governo Bolsonaro que beneficiam a população.

*Com informações da Coluna de Cláudio Humbeerto.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *