Alessandra Campelo pode assumir o Governo do Amazonas até 2022

Temendo ser afastado do governo nos próximos dias, Wilson Lima tenta eleger a deputada Alessandra Campelo para a presidência da ALE-AM, o que a tornaria chefe do executivo do Amazonas caso o governador seja afastado.

A deputada estadual Alessandra Campelo (MDB) pode assumir interinamente o Governo do Amazonas. Prestes a ser destituído do cargo, após inúmeras denúncias de corrupção, o governador Wilson Lima, anunciou apoio a Alessandra para a disputa pela presidência da Assembleia Legislativa, cuja eleição acontecerá no próximo dia 17.

Caso Wilson seja afastado, o próximo presidente da Assembleia deve assumir o governo até 2022.

Alessandra é prima do atual secretário da Saúde, Marcellus Campelo, que assinou um “aditivo” muito questionado, no valor de R$400 milhões, em contrato sob suspeita.

A representante de Wilson Lima terá de derrotar o atual presidente, Josué Neto, candidato à reeleição. O governador espera  contar com o apoio da maioria dos deputados da base aliada. Entretanto, alguns deputados da base de sustentação não estão atendendo os telefonemas do assessor do governador, identificado como Cacá. Eles rejeitam o nome de Alessandra e aguardam que Wilson Lima possam sugerir um nome de consenso;

Wilson Lima e seu governo foram alvos de três fases da Operação Sangria, da Polícia Federal e da Controladoria-Geral da União, e de processo de cassação na Assembleia.

Alessandra Campelo militou no PCdoB desde a adolescência.

A decisão de afastar Wilson Lima do cargo está desde março nas mãos do ministro relator Francisco Falcão, do Superior Tribunal de Justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *