Vice autorizou pagamento de R$ 736 milhões, diz jornalista

Manaus (AM) –  O vice-governador do Amazonas, Carlos Almeida Filho, que chefia o Gabinete Civil,  “ganhou destaque” nacional de forma negativa. De acordo com o jornalista Cláudio Humberto, em meio ao caos da saúde pública do Estado, agravada pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19), Carlos Almeida, autorizou o pagamento de R$ 736 milhões para pagar gastos de gestões anteriores.

Segundo o jornalista, os deputados estaduais estranharam o pagamento, pois o governador Wilson Lima havia pedido o reconhecimento do estado de calamidade e que o valor gasto, em pagamentos que poderiam ser feitos ao longo do ano, seriam suficientes para a aquisição de 15 mil respiradores.

Se articulando para ser candidato à Prefeitura de Manaus, Carlos Almeida conseguiu desagradar profissionais da área de saúde, quando, no começo da gestão de Wilson Lima ocupou a Secretaria de Saúde. Além dos atrasos constantes no pagamento de salários, o vice-governador tratava com arrogância médicos, enfermeiros e técnicos quando visitava unidades hospitalares.

Nos bastidores políticos, comenta-se que o governador é uma marionete de Carlos Almeida. Devido a fragilidade de Wilson Lima, o vice Carlos Almeida é apontado por deputados como um dos resposáveis direto pela falta de estrutura nos hospitais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *