Belarmino Lins apela por respiradores e médicos

Manaus (AM) – Em busca de maior assistência emergencial ao Amazonas nesta etapa de luta contra a pandemia da Covid-19 (novo coronavírus), o deputado estadual encaminhou Moção de Apelo ao presidente da República, Jair Bolsonaro, e ao Ministro da Saúde, Nelson Teich,  pleiteando a disponibilização urgente de aparelhos respiradores e de recursos humanos (médicos) para intensificação do combate ao vírus no Estado.

“Estamos chegando ao pico da pandemia e o quadro é assustador, o vírus não distingue quem é rico de quem é pobre, o momento é de medo”, disse o parlamentar ao discursar na sessão virtual da Aleam na manhã desta quinta-feira (30). Segundo ele, o agravamento da pandemia é patente juntamente com o crescimento das demandas do Estado diante do desafio de ter que enfrentar a forte incidência do vírus letal.

Por isso, o parlamentar diz que todos os esforços devem ser envidados para que a rede hospitalar do Estado seja melhor equipada para encarar a pandemia em maio. “Esperamos que o presidente Bolsonaro e o ministro Nelson Teich se sensibilizem com o nosso apelo em favor de aparelhos respiradores, mais remédios e mais médicos para ajudar nos esforços do Governo do Estado para debelar a pandemia”, destacou.

Além de Bolsonaro e Teich, a Moção de Apelo de Belarmino Lins também foi direcionada à bancada de deputados e senadores que representam o Amazonas no Congresso Nacional para que movam urgentes gestões junto ao Palácio do Planalto em favor da causa.

Descontingenciamento

Em seu discurso, na sessão online do Parlamento Estadual, Belarmino também comunicou o encaminhamento de outra Moção de Apelo de sua autoria ao presidente Bolsonaro e ao ministro da Economia, Paulo Guedes, pedindo o descontingenciamento de mais de R$ 3 bilhões pertencentes à Zona Franca de Manaus, mas retidos no Tesouro Nacional, para serem destinados à causa do combate ao novo coronavírus no Amazonas.

“Unidades hospitalares com capacidades esgotas e a falta de recursos humanos e de medicamentos não deixam dúvidas sobre a situação de desespero e caos no Estado face à pandemia”, argumenta o deputado na Moção em que expõe ao presidente e ao ministro da Saúde a difícil situação do sistema estadual de saúde na capital e no interior do Estado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *