Manaus terá skate park, no parque dos Bilhares

Duas obras de relevância e de incentivo ao esporte serão entregues ainda este ano pela Prefeitura de Manaus: o velódromo municipal, que está com 95% de execução, e o skate park, do parque municipal Ponte dos Bilhares, com 46%. A garantia é do prefeito Arthur Virgílio Neto, que vistoriou o avanço de ambas nesta sexta-feira, 13/11. Com isso, a cidade passará a ter espaços dedicados à prática profissional das modalidades.

“O skate park em construção nos Bilhares será um marco para o esporte em Manaus. O skate é um esporte muito popular na cidade, por isso está sendo feita em uma área estratégica e democrática a todas as tribos sociais”, afirmou o prefeito. “Os trabalhos estão em bom andamento e o proprietário da empresa responsável pela construção me assegurou que finaliza a construção, debaixo de sol e chuva”, completou Arthur Neto.

O projeto da pista do skate park contempla as duas categorias de skate mais praticadas no mundo: a street (skate de rua) e a park (mistura de bowl e banks, pistas em forma de conchas), a primeira da categoria na região Norte do país, desenvolvida pela Rio Ramp Design, empresa número um na projeção de espaços para skate. A execução tem a assessoria do jornalista e skatista Ulysses Marcondes.

Em relação à escolha do parque do Bilhares, isso está relacionado à excelente localização do parque, entre as avenidas Constantino Nery e Djalma Batista, que recebem coletivos vindo de toda a cidade. “Estou na torcida para que tenhamos um ou uma manauara nos representando nas Olimpíadas em um futuro próximo, pois temos skatistas com grande potencial na nossa cidade”, estimou o prefeito.

Velódromo

Outra obra que avança e já está quase concluída é o velódromo municipal, que além da pista de ciclismo, contempla também uma quadra de tênis, bicicletário e prédios administrativos para as sedes das federações estaduais de ciclismo e tênis. No local, os esportistas vão dispor de vestiários masculino e feminino e os torcedores de duas arquibancadas, sendo uma para cada modalidade, além de banheiros.

“O velódromo é uma obra muito sofisticada, assessorada pelas federações de ciclismo e de tênis. Renascemos com essa obra, que também vai atrair turistas, pois muitos virão de fora para ter o prazer de pedalar aqui, na capital da Amazônia. Visito essa obra por prazer, pois sou fã do ciclismo e estou completamente feliz por poder entregá-la à cidade”, ressaltou o prefeito Arthur Neto.

A área da pista é de 1.859 metros quadrados e tem inclinação de 1% na pista de aceleração e de 18% a 36% na de corrida, sendo 18% nas retas e 36% nas curvas. O espaço também contará com acessibilidade a Pessoas com Deficiência (PcD) com a construção de rampas de acesso em toda a estrutura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *