Após derrota, Tiago Nunes é demitido do Corinthians

A pressão da torcida foi insuportável, após o Corinthians ser derrotado pelo Palmeiras, na Neo Química Arena, em Itaquera. A derrota caiu nas costas do técnico Tiago Nunes. Ele foi demitido na manhã desta sexta-feira (11).

Após ser informado do desligamento, o treinador ainda comandou um treino para os reservas, e uma reunião à tarde sacramentou a decisão da diretoria em desligá-lo de suas funções.

Nos últimos quatro jogos, o Corinthians sofreu duas derrotas, conquistou uma vitória e um empate. O aproveitamento no Brasileirão é de pouco mais de 40%.

Tiago Nunes estava balançando no cargo há algumas semanas. A derrota no Dérbi foi, portanto, a gota d’água para a diretoria. O presidente Andrés Sanchez chegou a dizer que a pressão para demiti-lo estava “insuportável”.

Dyego Coelho é quem comandará a equipe na partida deste domingo, contra o Fluminense, no Maracanã, pela décima rodada do Campeonato Brasileiro.

Quebra de contrato

O valor calculado pela quebra de contrato com Tiago Nunes é equivalente à soma do salário que o técnico ainda teria por receber até dezembro. Com isso, o clube terá que desembolsar cerca de R$ 1,2 milhão.

Apesar do alto valor, em casos como este é comum que se faça um acordo entre as partes para que o pagamento seja feito de forma parcelada pelos meses de vínculo que restavam.

O custo mensal de toda a comissão técnica de Tiago Nunes era de aproximadamente R$ 800 mil. O valor é praticamente equivalente ao que o Timão gastava apenas com Fábio Carille, que foi demitido em novembro do ano passado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *