Serafim pede diálogo e transparência para solucionar impasse com a PM

Manaus (AM) – O deputado Serafim Corrêa (PSB) falou sobre a ameaça de paralisação que a Polícia Militar promete manter para a próxima quinta-feira,15, no Estado. Ele disse que é preciso diálogo entre dirigentes de associações que representam os policiais militares e o governador Amazonino Mendes para que o problema seja solucionado.

A categoria pede a suspensão de um parecer da Procuradoria Geral do Estado (PGE) que impossibilita a promoção de militares por tempo de trabalho como estabelece a Lei Estadual 4.044/2014 e a correção de remunerações atrasadas.

“A segurança pública precisa ser prioridade no governo. E não é com uma postura irônica e imatura com os dirigentes das Associações que representam a Polícia Militar que o problema vai ser solucionado. Isso atrapalha o diálogo e complica o jogo. O governador precisa tomar consciência e precisa ser transparente, não criar problemas. Foi isso o que ele fez, criou embaraços que antes não existiam. E, nesse jogo, quem perde é a população, cada vez mais assustada com a violência no Estado”, defendeu Serafim Corrêa.

A greve foi anunciada no dia 28 de fevereiro e, por mais que tenham se reunido, ainda não houve acordo entre os militares e o governo.