Manaus aparece em 1º lugar em emprendedorismo na região Norte

Investindo cada vez mais na disseminação da cultura empreendedora, a capital do Amazonas começa a colher os frutos das ações da Prefeitura de Manaus. Segundo pesquisa realizada pela plataforma Connected Smart Cities, Manaus é a oitava cidade mais empreendedora do país e a primeira da região Norte.

Programas como o “Manaus Mais Empreendedora” e o “Empreende Manaus”, lançados pelo prefeito Arthur Virgílio Neto, fazem parte da agenda de disseminação da cultura empreendedora na capital e levam capacitação para empreendedores, potenciais empreendedores e também para a educação de base, por meio do projeto “Empreendedorismo nas Escolas”, direcionado aos alunos de 6º ao 9º ano das escolas da rede municipal de ensino e realizado em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (Semed). Além do apoio ao ecossistema local e estruturação do Escritório do Empreendedor.

A Secretaria Municipal do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi) executa projetos que fomentam o empreendedorismo na cidade. Para a subsecretária operacional da pasta, Larisse Drumond, o resultado da pesquisa mostra que o trabalho realizado pela prefeitura tem surtido efeito positivo e ainda vai colher mais frutos. “Estamos trabalhando arduamente em prol de uma cidade mais empreendedora, seguindo as diretrizes do prefeito Arthur Neto. Executamos muitas ações, temos muitos parceiros e a união dos esforços contribui para que hoje estejamos no ranking nacional. E ainda vem muito mais por aí”, disse a subsecretária.

Plataforma

Governos, empresas e entidades são envolvidas na plataforma Connected Smart Cities, que possui a tarefa de encontrar ações de inovação e melhorias para cidades mais inteligentes e conectadas umas com as outras, sejam elas pequenas ou megacidades, se baseando em cinco princípios para a construção de cidades mais inteligentes, humanas e sustentáveis: integração, inovação, colaboração, transparência e foco nas pessoas.

O item de Empreendedorismo do ranking da pesquisa é constituído por sete indicadores, sendo cinco concebidos para o próprio eixo de empreendedorismo e dois para o eixo de tecnologia e inovação. Os indicadores concebidos envolvem economia criativa, tecnologia, micro empresa individual, espaços de inovação e de incubação de conhecimento.

Na pesquisa, Manaus além de aparecer na oitava posição das cidades brasileiras mais empreendedoras, figura também como a primeira da região Norte. Os maiores destaques ficam para o crescimento de 3,4% na quantidade de empresas de Tecnologia, 0,9% na de Economia Criativa e ainda o surgimento de 14 incubadoras de empresas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *