Mais de 76 mil alunos da rede municipal participam da ADE

Manaus (AM) – Mais de 76 mil alunos de 358 unidades escolares da rede municipal de ensino participam nesta quarta-feira, 17/7, da 2ª Avaliação de Desempenho do Estudante (ADE), em 2019. Ao longo do ano letivo, a Prefeitura de Manaus realiza três edições. A primeira aconteceu em abril e a terceira será em outubro, sob a coordenação da Secretaria Municipal de Educação (Semed).

A ADE é uma avaliação interna realizada com alunos dos 3°, 5°, 6° e 9° anos do ensino fundamental, nos moldes do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), avaliação nacional que compõe a nota do índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). A ação é coordenada pela Divisão de Avaliação e Monitoramento (DAM) e busca avaliar as habilidades e competências desenvolvidas pelos estudantes nos componentes curriculares de língua portuguesa e matemática. “Assim, os nossos alunos já vão preparados para as avaliações nacionais, como no caso do Saeb ou qualquer outra atividade de longa escala, já que trabalhamos o conteúdo durante todo o ano”, explicou a chefe da DAM, Núbia Breves.

Ainda segundo Breves, a avaliação é aplicada desde 2014, para que a rede possa acompanhar o processo de ensino e aprendizagem dos estudantes. “Nós precisávamos de um parâmetro para que fossem feitas as intervenções necessárias (em relação às lacunas de aprendizagem identificadas nas avaliações). Então, a ADE facilitou e norteou as nossas ações nas salas de aula, identificando as dificuldades”, explicou a chefe do setor.

A escola municipal Irmã Dulce, localizada na Comunidade São Sebastião, no bairro São Francisco, zona Sul, atende 423 alunos de 1º ao 5º ano, do ensino fundamental, destes, 125 estudantes do 3º e 5º fizeram a avaliação. O estudante do 5º ano, Markson do Carmo, disse que estuda bastante em casa e, quando não entende um assunto, pergunta da professora até esgotarem as dúvidas. “Eu presto bastante atenção na aula e em casa também estudo muito. Quando não entendo, pergunto da professora até entender”, disse o aluno.

A professora Dulce Emilia Viana contou que, na escola Irmã Dulce, toda equipe pedagógica se envolve na ADE, realizando simulados, palestras e exibição de vídeos que estimulam a autoestima dos alunos para a realização das provas. “Durante todo o ano, nós preparamos os alunos para as avaliações e toda a equipe escolar se envolve, assim como a família, que precisa nos ajudar nesse processo para que os alunos consigam um bom resultado”.

Já na escola municipal Ana Mota Braga, localizada também no São Francisco. A prova acontece nos turnos vespertino e noturno e terá a participação de 247 alunos, sendo 100 do 7º ano, 102 do 9º e 45 das 3ª e 4ª fases da Educação de Jovens e Adultos (EJA). De acordo com o gestor da unidade, Luiz Carlos Braga, os alunos e a família participam de ações para esclarecer o que é a ADE, assim como atividades que ajudam no desenvolvimento da aprendizagem com professores de português e matemática. “Existe uma mobilização de todos na escola e também com a família. Nós explicamos a importância da avaliação e da participação dos alunos nesse processo. Os professores de português e matemática fazem atividades em cima das dificuldades dos alunos, para que todos tenham um bom desempenho, não só na ADE, mas em todas as avaliações”, comentou Luiz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *