Artesão do ‘Manaus Feita à Mão’ é premiado na maior feira da América Latina

O artesão Denizal Melo, participante do projeto “Manaus Feita à Mão”, da Prefeitura de Manaus, ficou em 4º lugar depois de concorrer com mais de 1,5 mil inscritos na 20ª edição da maior feira de artesanato da América Latina, a Feira Nacional de Negócios de Artesanato (Fenearte).

Em sua segunda participação na feira, Denizal se inscreveu para três categorias: Design, Arte e Artesanato Reciclável, e sua obra, uma moto em miniatura produzida com celulares e outros resíduos eletrônicos, foi a primeira a ser vendida na feira, além de garantir o 4º lugar geral na competição.

Sendo o único manauara a participar da competição, Denizal chamou a atenção do público presente e vendeu todas as peças que levou para exposição. Além disso, foi convidado para participar da 3ª edição do Festival Rec’n’Play, feira com workshops, palestras e oficinas nas áreas de tecnologia, economia criativa e cidades inteligentes.

Para o artesão, sua criatividade e o diferencial de seu trabalho foram os pontos principais para sua colocação no ranking geral da feira. “Quando um artesão do Norte chega a estas competições nacionais, todos esperam por artesanato regional feito com sementes ou madeiras da região. Acredito que o diferencial do meu material me fez chegar ao quarto lugar pelo fato de ter chamado atenção das pessoas”, disse Denizal.

“Fico muito feliz em ver que Manaus está revelando empreendedores de sucesso. Saber que um artesão como o Denizal está sendo reconhecido nacionalmente e internacionalmente nos faz ter a certeza de que as nossas ações de empreendedorismo estão no caminho certo”, ressaltou o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto.

O diretor do departamento de Economia Solidária e Criativa da Semtepi, Virgílio Melo, explicou que todo o trabalho de apoio que a Prefeitura de Manaus deu ao artesão, por meio da Secretaria Municipal de Empreendedorismo e Inovação (Semtepi), obteve resultados positivos. “Vendo tudo isso acontecer, comprovamos o que enxergamos lá no começo. O Denizal é um grande artista, com potencial para ganhar o Brasil. Ficamos felizes porque a Prefeitura de Manaus o ajudou a conquistar tudo isso”, concluiu o diretor.

Pioneiro na arte com resíduos eletrônicos em Manaus, o artesão também ensina suas técnicas com o intuito de dar continuidade ao trabalho que já realiza há alguns anos.

O Projeto Sucatrônica, que já é realizado em algumas escolas da cidade, e tem o objetivo de estimular a criatividade dos estudantes e ainda alertá-los para a questão da sustentabilidade, agora vai ultrapassar as fronteiras da região Norte.

A convite do Governo de Goiás, Denizal vai levar o projeto sustentável para as escolas, por meio da Secretaria de Cultura do Estado de Goiás. Além disso, a partir do ano que vem, o artesão passa a morar em Olinda (PE), onde também vai aplicar o Projeto Sucatrônica nas escolas públicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *