Seduc-AM abandona alunos do ensino médio oriundos de escolas municipais

Até 2019, a evasão escolar era tema frequente na Educação. Os números davam ideia do tamanho do problema. Em 2018, de quatro em cada dez brasileiros de 19 anos não concluíram o Ensino Médio,  conforme divulgado pelo movimento Todos pela Educação, com base na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PnadC), do IBGE. Durante e pós pandemia, os alunos é que estão sendo abandonados nas escolas da rede estadual de ensino no Amazonas.

Até esta segunda-feira (1º), escolas do ensino médio do Estado, que receberam alunos da rede municipal para cursarem o 1º ano do ensino médio, ainda não tinham entrado em contato. Pais têm denunciado na redação do Portal Roteiro de Notícias reclamando do descaso.

Os alunos assistem as aulas online, resolvem os exercícios, mas não tem canal para entregar as respostas. Não sabem nem quem são os professores. A reportagem do Roteiro de Notícias, constatou que na Escola Ângelo Ramazzotti, localizada na Praça Nossa Senhora de Nazaré, Adrianópolis, a lista de alunos transferidos para o 1º ano não tem os telefones dos pais e responsáveis e, muito menos, dos alunos. O telefone da escola, (092) 3633-3635, está sempre desligado. O atendimento aos pais de alunos preocupados com a situação é feito pelo segurança da escola. Onde estão os gestores e os professores para, pelo menos, orientarem via online os alunos? Onde está o secretário da Educação, Luis Fabian Pereira Barbosa, que não toma uma atitude para resolver o problema?

Os pais e estudantes estão completamente desorientados. Não sabem a quem recorrer. Qual será o rendimento das turmas que ingressaram no ensino médio?

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *