FAS lança edital para doação de ração a protetores e cuidadores de animais

Executada em parceria com a Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema), a iniciativa visa promover o bem-estar da fauna doméstica no Amazonas. As inscrições podem ser feitas até o dia 5 de fevereiro, através do site: fas-amazonas.org.

Com objetivo de promover a melhoria da qualidade de vida animal, através do auxílio a quem atua com a causa de proteção da fauna doméstica no Amazonas, a Fundação Amazônia Sustentável (FAS), em parceria com a Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema), inicia, nesta sexta-feira (15), um processo seletivo para a doação de ração para protetores e cuidadores de cães e gatos. As inscrições podem ser feitas até o dia 5 de fevereiro, através do site: fas-amazonas.org.

O edital faz parte das ações de implementação do Cadastro Estadual de Protetores e Cuidadores de Animais, que visa facilitar o atendimento e o acesso à serviços oferecidos pelo poder público. Os recursos para execução da atividade são provenientes da Emenda Parlamentar Nº 041/2020, de autoria da deputada estadual Joana Darc (PL).

Segundo a gestora do projeto na FAS, Camila Pires, a iniciativa busca valorizar as pessoas que cuidam de animais – muitos deles, vítimas de abandono e maus-tratos – e dar condições para que possam desenvolver melhor o seu trabalho.

“A maioria das pessoas que resgatam e cuidam desses animais, que se encontram nas ruas ou em outra situação de vulnerabilidade, dedicam boa parte do seu tempo e recursos financeiros para a causa. Viabilizar esse tipo de apoio é fundamental e contribui não só para a saúde e bem-estar dos cães e gatos envolvidos, mas também para a saúde de quem está em contato com eles, uma vez que animais bem alimentados correm menos riscos de ficarem doentes”, destaca.

Podem participar do processo seletivo para receber a doação de ração protetores e cuidadores residentes nos municípios de Manaus, Novo Airão, Manacapuru, na Área de Proteção Ambiental (APA) do Rio Negro e nas Reservas de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Rio Negro e Puranga Conquista.

A doação será formalizada por meio da análise do cadastro e documentação enviada pelos interessados. A Assessoria de Bem-Estar Animal da Sema (Assbea) atuará na validação das informações recebidas nas inscrições, além das ações de fiscalização e eventuais inspeções de rotina que poderão ser realizadas posteriormente.

Entre os documentos exigidos, estão declarações de aptidão à proteção animal emitidas por uma Organização Não Governamental (ONG) da área, regulamentada e ativa, e por um médico veterinário inscrito no Conselho Regional de Medicina Veterinária do Amazonas (CRMV-AM), além de fotos atuais dos animais e do local de moradia do mesmos.

A quantidade de ração a ser doada será definida através da demanda de inscrições e informada após o processo. A lista de protetores e cuidadores homologados será divulgada no dia 15 de fevereiro, no site da FAS. Os beneficiários deverão fazer a retirada da doação em Manaus, no endereço que será indicado posteriormente.

Mais informações podem ser obtidas através do e-mail: contato.bea@fas-amazonas.org.

Bem-estar animal

Com objetivo de reduzir os altos índices de animais domésticos abandonados e sem assistência na região metropolitana de Manaus e áreas de conservação ambiental, a FAS está atuando na formulação, implementação e execução de uma Política Estadual do Bem-estar Animal e da Fauna Doméstica.

Os crescentes casos de abandono são um grave problema para a saúde pública e para o meio ambiente, pois representam risco de transmissão de zoonoses para a população e desequilíbrio ambiental em áreas florestais.

O projeto contribuirá para o controle populacional de cães e gatos na região, garantindo o bem-estar desses animais por meio de ações como castração cirúrgica, vacinação e atendimento veterinário. Entre as próximas etapas do projeto, está prevista a aquisição de um “castramóvel”, a contratação de equipe veterinária e a realização de um diagnóstico sobre a situação dos animais nas localidades atendidas.

O secretário de Estado do Meio Ambiente, Eduardo Taveira, reforça a importância da inserção da temática do Bem-Estar Animal na agenda ambiental do Amazonas. “Em 2020 nós trouxemos para a gestão do Estado do Amazonas as Políticas Estaduais de Bem-Estar Animal, que começaram a ser desenhadas por uma assessoria inédita na Secretaria do Meio Ambiente. Essa integração com a FAS é extremamente relevante, pois permite que caminhemos de forma ainda mais célere nessas implementações”, ressaltou.

A Sema, conforme Decreto Nº 39.671 de 23 de outubro de 2018, é responsável pelo Programa Estadual do Bem-Estar Animal do Amazonas.

Sobre o projeto

A construção da Política Estadual do Bem-Estar Animal e da Fauna Doméstica será executada pela Fundação Amazônia Sustentável (FAS) por meio de emenda parlamentar de autoria dos deputados estaduais Joana Darc (PL) e Saullo Vianna (PTB), com supervisão técnica da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema). O projeto tem como objetivo o levantamento do contexto regional do bem-estar animal e da fauna doméstica no Amazonas, o apoio na elaboração da Política Estadual e a implementação de ações práticas desta política pública no estado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *