Prefeito vistoria Cime pronto para entrega e diz que obra ‘é a escola do futuro’

Manaus (AM) – Após exercer seu papel democrático neste domingo de eleição, 15/11, o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, fez a vistoria final do Centro Integrado Municipal de Educação (Cime) Senador Artur Virgílio do Carmo Ribeiro Filho, no bairro Gilberto Mestrinho, zona Leste. “É a escola do futuro”, disse o chefe do Executivo municipal, ao ver a obra finalizada, com previsão de entrega para o fim deste mês.

“É uma coincidência bonita, o bairro homenageia o governador Gilberto Mestrinho, que foi um dos grandes amigos do meu pai, o senador Artur Virgílio Filho. Temos trabalhado todos os dias, inclusive, domingo e feriados, para entregar o máximo de obras, desse leque imenso que abrimos em Manaus. Nós temos organização financeira, créditos para isso, então, daqui em diante, ninguém vai mais aceitar outro padrão diferente desse de escola. É um padrão americano, projetado por nós e aceito o modelo pelo BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento)”, destacou o prefeito Arthur Neto, acompanhado da presidente do Fundo Manaus Solidária, a primeira-dama Elisabeth Valeiko Ribeiro.

O novo Cime conta com estrutura adequada para receber mais de 1,6 mil alunos do ensino infantil e fundamental no ano letivo de 2021. O prefeito Arthur Neto fez uma vistoria final no espaço antes de entregar para a população, afirmando que há recursos para a construção de outros cinco Cimes, além dos cinco já construídos.

“Deixo mais cinco Cimes para o meu sucessor realizar, que com o recurso que tem do BID, não tem como não fazer. Para abrigar esses centros, escolhi lugares com mais baixo IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) de Manaus, onde estão as crianças mais necessitadas, que, se a gente deixar correr frouxo, serão empregadas das pessoas que tiveram mais oportunidades. Quero que essas crianças possam dar uma bela arrancada, na direção da igualdade, da disputa igual, foi pensando nelas”, afirmou o prefeito.

Os cinco Cimes estão localizados em diferentes zonas da cidade: o primeiro inaugurado foi o do ramal do Brasileirinho, no bairro Distrito Industrial 2; o segundo entregue está no Jorge Teixeira; já finalizado e próximo de ser inaugurado é o do Gilberto Mestrinho; e há outros dois em construção, o que serviu como hospital de campanha, durante o pico da pandemia do novo coronavírus, localizado no Lago Azul, e o quinto, com mais de 50% da obra executada, no bairro Novo Aleixo.

Estrutura

Cada Cime conta com 24 salas de aula divididas em dois prédios, salas de música, leitura, multiuso, informática, vestiários masculino e feminino, brinquedoteca, jardins e espaços compartilhados, como a quadra de esporte coberta e auditório.

O prédio do ensino fundamental é de dois pisos e oferece uma plataforma elevatória, para pessoas com dificuldades de locomoção. A junção das duas modalidades em um único espaço melhora o acompanhamento dos alunos e promove a continuidade dos estudos da educação infantil ao ensino fundamental.

Os Cimes, entregues na gestão do prefeito, integram o Projeto de Expansão e Melhoria Educacional da Rede Pública Municipal de Manaus (Proemem), com recursos do BID, de US$ 52 milhões. Em contrapartida, a prefeitura realizou a construção de sete creches.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *