Abandono do município de Atalaia do Norte é denunciado na ALE-AM

Manaus (AM) – Em Sessão online da Assembleia da Legislativa do Amazonas (Aleam), o deputado estadual Álvaro Campelo (Progressistas) cobrou providências referentes a denúncias da população de Atalaia do Norte (1.136 km distante de Manaus) que sofre com a falta de gestão no município.

No telão do Plenário Ruy Araújo, o deputado mostrou os problemas da comunidade de Estirão do Equador, como a Escola Tenente Rufino, que está com as obras paradas, bem como a situação de uma quadra de esporte, totalmente deteriorada. 

“É a evidente falta de compromisso e o desperdício escancarado do dinheiro público, sem que haja nenhuma providência. Situação muito triste e revoltante, pois sabemos o quanto a educação e o esporte são importantes, principalmente, nas comunidades mais distantes do interior do estado”, lamentou Campelo. 

O parlamentar repercutiu diversas outras denúncias, como a precariedade do mercado municipal, ruas esburacadas, algumas no barro e sem limpeza e falou também do abandono das Unidades Básicas de Saúde.

O deputado oficiará à Secretaria de Infraestrutura (Seinfra) e ao Tribunal de Contas do Estado (TCE-AM) pedido de um relatório completo de todos os convênios que foram assinados e os repasses que, eventualmente, foram feitos ao município para que o Ministério Público do Estado (MPE) tome as medidas necessárias.

Protesto de pais 

Por último, Álvaro Campelo fez um apelo à Secretaria de Educação e Desporto (Seduc), atendendo uma reivindicação de pais de alunos do Colégio da Polícia Militar V de Manaus, que estão insatisfeitos com o afastamento da Tenente-Coronel, Jadna Barros, da direção daquela unidade de ensino.

Os manifestantes querem que a medida seja revista, pois, de acordo com eles, a gestora da escola tem realizado um excelente trabalho e essa mudança pode acarretar sérios prejuízos aos estudantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *