Mobilização contra influenza reuniu 173 postos de vacinação para crianças em Manaus

Este sábado, 6/6, foi de mobilização pela Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza em Manaus,  com 173 postos de vacinação instalados pela prefeitura em todas as zonas da cidade para atender crianças com idade de seis meses até 5 anos, 11 meses e 29 dias. A campanha obedece ao calendário do Ministério da Saúde (MS) e segue até o final deste mês de junho.

Manaus foi a primeira cidade brasileira a iniciar a vacinação casa a casa para idosos, grupo prioritário da ação por conta do novo coronavírus. Segundo o prefeito Arthur Virgílio Neto, a vacinação entre esse público ultrapassou a meta de  111 mil pessoas a partir de 60 anos vacinadas, mas ainda é preciso reforço no público infantil.

“Até o momento, 30% das crianças que integram o público-alvo da campanha foram vacinadas contra a influenza em Manaus. É importante que pais ou responsáveis entendam que não é somente o novo coronavírus que está circulando na cidade, mas o vírus da influenza também. E o mais importante, a vacina contra a influenza existe, por isso é melhor vacinar e garantir a proteção”, alertou o prefeito Arthur Virgílio Neto, lembrando que a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) continuará disponibilizando a vacina em Unidades  Básicas de Saúde (UBSs) e locais estratégicos para todos os grupos prioritários até 30 de junho.

A programação deste sábado contou com a colaboração de 1,4 mil profissionais de saúde. A vacina disponível na campanha é trivalente e protege contra os vírus da influenza A (H1N1), da influenza B e da influenza A (H3N2).

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi, os 173 postos de vacina foram instalados em locais estratégicos para atender a população nas zonas Norte, Leste, Oeste e Sul, organizados obed as medidas de segurança para reduzir os riscos de disseminação da Covid-19.

“Além de unidades de saúde, os postos de vacinação foram instalados em locais como escolas, igrejas, associações comunitárias, no Parque Municipal do Idoso e no Parque Cidade da Criança. A intenção foi facilitar o acesso às ações da campanha, organizando o serviço para que pais e responsáveis tivessem mais uma alternativa para a imunização das crianças”, destacou Marcelo Magaldi, destacando que as unidades de saúde do município estão oferecendo, durante a semana, as vacinas de rotina, de adultos e crianças, além da imunização contra influenza para os grupos prioritários.

Durante a ação de imunização no Parque Municipal do Idoso, o servidor público Christian Carlo Pereira, morador do bairro Centro, compareceu ao posto de vacinação para imunizar a filha de dois anos. “Acredito que o caminho é a vacinação. E aproveitamos a oferta do serviço para trazer a nossa filha que estava com apenas uma vacina pendente, que era a influenza, para ser imunizada”, explicou.

Campanha

A Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza foi iniciada no dia 23 de março, com a primeira etapa direcionada para idosos a partir de 60 anos e trabalhadores da saúde. Já a vacinação de crianças, assim como de pessoas com deficiência, gestantes e mães no pós-parto até 45 dias (puérperas), teve início no dia 11 de maio.

Na ação de imunização deste sábado, a diretora do Departamento de Vigilância Ambiental e Epidemiológica (Devae/Semsa), enfermeira Marinélia Ferreira, explicou que, com a pandemia do novo coronavírus, que causa a Covid-19, foi necessário dividir a campanha da influenza em três etapas, buscando evitar aglomeração nas Unidades de Saúde, em especial entre as pessoas que integram os grupos prioritários para a imunização contra a Influenza, que são aquelas com maior risco de desenvolver complicações graves pela doença.

“Com a campanha prorrogada até o dia 30 de junho, a Semsa continuará disponibilizando a vacina em unidades de saúde e locais estratégicos para todos os grupos prioritários, o que inclui ainda pessoas com deficiência, trabalhadores da saúde, idosos a partir de 60 anos, gestantes, mães no pós-parto até 45 dias, professores, pessoas de 55 a 59 anos de idade, trabalhadores de transporte coletivo, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, profissionais das forças de segurança e salvamento na ativa, e caminhoneiros”, informou Marinélia Ferreira.

A lista com o endereço dos locais dos postos de vacina, de rotina e da campanha contra a influenza, pode ser acessada no site da Semsa (semsa.manaus.am.gov.br).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *