Internos da Fundação Doutor Thomas com Covid-19 apresentam melhoras

Manaus (AM) – A Fundação Municipal de Apoio ao Idoso Doutor Thomas (FDT) divulgou na manhã deste sábado, 18/4, o boletim médico dos três internos da instituição, que testaram positivo para Covid-19. Os três pacientes do sexo masculino, com 80, 83 e 86 anos de idade, estão sendo atendidos por equipes do Grupo Samel – responsável pela administração do hospital municipal de campanha Gilberto Novaes, na zona Norte. Uma unidade semi-intensiva para tratamento da doença causada pelo novo coronavírus está sendo montada nas dependências da fundação, localizada no bairro Nossa Senhora das Graças, zona Centro-Sul de Manaus

.

Conforme o boletim, o paciente de 80 anos permanece em isolamento, apresentando estabilidade, com respiração normal e constante melhora do quadro de síndrome gripal, além de estar sem febre. Já o idoso de 83 anos, apesar de estar com quadro clínico estável, com respiração normal, apresenta um estado febril leve, enquanto o idoso de 86 anos vem recebendo cuidados intensivos, por apresentar falta de ar, mas sem quadro febril.

A unidade semi-intensiva da Fundação Doutor Thomas está utilizando o chamado “método Vanessa”, desenvolvido pela Samel e que vem apresentado excelentes resultados aos pacientes. Entre as demais medidas adotadas pela instituição, a partir da confirmação dos três casos de Covid-19 em institucionalizados, está a realização de exame de tomografia em seis idosos, que tiveram contato mais próximo com os infectados e o isolamento dos mesmos, em um espaço adequado dentro da enfermaria, seguindo os protocolos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e do Ministério da Saúde.

Outras medidas que já vinham sendo praticadas pelos servidores da fundação são: restrição das visitas aos idosos residentes; intensificação do monitoramento dos sinais vitais, com aferição da temperatura, duas vezes ao dia, dos idosos e servidores; distribuição de máscaras de pano para os idosos com sintomas gripais; reforço na aquisição de EPIs, para reforçar a segurança da equipe da enfermaria (óculos protetor, protetor fácil, capote impermeável, máscaras N95); redução do fluxo nos pavilhões; maior rigor na higiene das embalagens das compras antes de serem entregues aos idosos, bem como as orientações de higienização das mãos; além da aquisição de novos termômetros digitais e um monitor cardíaco.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *