Alunos da rede municipal recebem atividades alinhadas ao combate ao novo coronavírus

Manaus (AM) – Nas últimas semanas, por conta do cenário de alerta causado pelo novo coronavírus, diferentes setores da Secretaria Municipal de Educação (Semed), da Prefeitura de Manaus, começaram a desenvolver estratégias para continuar a desenvolver atividades e auxiliar alunos, educadores e familiares de estudantes, atendidos pela rede, neste período de isolamento social. A intenção é tornar esse momento mais agradável e também para fortalecer a qualidade de ensino no município de Manaus.

Entre os setores que também têm buscado dar continuidade ao atendimento, mesmo que a distância, estão as Ocas do Conhecimento Ambiental e os Centros Municipais de Atendimento Sociopsicopedagógico (Cemasps).

As Ocas estão promovendo uma oficina sustentável virtual de confecção de máscaras caseiras. A aula ensina a fazer o item de segurança tão necessário atualmente, sem a necessidade de usar máquinas de costura e com material que tem uso autorizado pelo Ministério da Saúde.

A oficina é ministrada pela instrutora Sully Maia, por meio de um vídeo curto, de pouco mais de 4 minutos. A oficina foi lançada nesta terça-feira, 7/4, pelas redes sociais e grupos de whatsapp de mães, que participam de oficinas das Ocas, na forma presencial.

Segundo a coordenadora geral das Ocas do Conhecimento, Gina Gama, a ação visa preservar a vida das mães e alunos atendidos pelas Ocas do Conhecimento, com um curso a distância, na segurança de seus lares e fora do risco de contrair a Covid-19.

“Objetivo, realmente, dessa oficina é preservar a vida. E, com essa oficina, estamos demonstrando aos nossos comunitários que essas máscaras podem ser confeccionadas de uma forma simples sem a necessidade de uma máquina de costura, com algo que toda  dona de casa normalmente  tem em casa, ou seja, linha, agulha e retalhos de panos”, frisou a coordenadora.

 As outras ações das Ocas do Conhecimento estão sendo estruturadas e serão lançadas ao longo dos próximos dias.

Já o Cemasp, que tem como objetivo geral reduzir os índices de abandono e evasão escolar, tem realizado ações pedagógicas por meio de videochamadas e postagens de vídeos educativos curtos. A ideia é dar continuidade ao fazer diário do Centros, mas de uma forma segura tanto para os profissionais que atuam nos sete Cemasp da Semed, quanto para os alunos e familiares. O trabalho é realizado por uma equipe de multiprofissionais, que envolve 103 pessoas, entre pedagogos, psicopedagogos, psicólogos, fonoaudiólogos e assistentes sociais.

Nas videochamadas e nos demais vídeos elaborados, são trabalhadas, por exemplo, ações educativas com alunos do ensino fundamental e da Educação de Jovens e Adultos (EJA); rodas de bate-papo com pais das crianças da educação infantil e ações de sensibilização voltadas aos familiares dos estudantes quanto à rotina escolar no ambiente familiar e ao acompanhamento dos filhos nas videoaulas do projeto “Aula em Casa”.  As postagens estão sendo feitas também pelo instagram e facebook do Cemasp.

Segundo a coordenadora dos Cemasp, Juciana da Cruz, a ideia desse trabalho é fortalecer as ações do projeto “Aula em Casa” e, com isso, incentivar os alunos do município a terem mais foco em seus estudos, durante o período de aulas não presenciais. “A intenção desse trabalho é direcionar o aluno da rede municipal de ensino por meio de videochamadas e vídeos curtos sobre a importância deles criarem uma rotina escolar durante as aulas televisionadas, ou seja, ajudá-los a organizarem uma agenda, um horário e momento para estudar”, salientou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *