Copom surpreende e mantém a taxa Selic

O Comitê de Política Monetária (Copom) manteve nesta quarta-feira, 16/5, a taxa de juros básica da economia brasileira em 6,50% ao ano. A decisão foi unânime e, segundo os técnicos do Banco Central (BC), o cenário externo adverso e volatilidade do mercado financeiro determinaram a decisão. A taxa se mantém no valor mais baixo desde sua criação, em 1996.

Um corte de 0,25 ponto porcentual era esperado por analistas do mercado. A inflação baixa e a fraca atividade econômica justificavam a aposta do mercado. O movimento de alta dos preços acumulado nos quatro primeiros meses do ano (0,92%) foi o menor desde a implantação do Plano Real. Em 12 meses, ainflação acumula 2,76% (de 2,68%), ou seja, abaixo do piso de 3% do centro da meta, que é de 4,50%.

Nesta quarta, o Indicador de Atividade de Banco Central (IBC-Br) de março, tido como a prévia do PIB, veio pior do que esperava o mercado e apontou queda de 0,70% entre fevereiro e março.

Deixe uma resposta