‘Tudo Pelos Ares’ faz show empolgante no Rock in Rio

O show mais rock and roll do palco Rock District, uma das novidades do Rock in Rio deste ano, teve a assinatura da banda amazonense Tudo Pelos Ares. Abrindo a segunda semana do Rock In Rio, o grupo apresentou um repertório mesclado com clássicos de bandas que se apresentaram na primeira edição e composições próprias.

A combinação levou o público à loucura, com direito a mosh, a famosa “rodinha”, e pulo do palco no meio da galera, até então inéditos na programação do espaço. No repertório “Queen”, “Ozzy Osbourne”, “Iron Maiden”, “Scorpions” e “ACDC”, de 1985. Emocionados após a apresentação que rendeu reconhecimento do público presente.

Foram aproximadamente 50 minutos de show em um dos maiores festivais de música do mundo. Para o vocalista Eduardo Molotievscki foi a realização de um sonho. “Nem nos melhores sonhos imaginávamos tocar no Rock In Rio um dia. Eu vim pela primeira vez em 1985, minha mãe me trouxe. E hoje ela está aqui me vendo tocar. A Tudo Pelos Ares estava passando por um momento difícil no início deste ano e o Rock In Rio veio para nos unir”, contou.

Na plateia, os músicos contaram com a presença especial do público manauara e também de fãs de Boa Vista, além das esposas, filhos e os pais dos músicos. O músico Manoel Rolla, vocalista da banda Mr. Jungle, de Roraima, fez uma participação especial, representando outras bandas do Norte.

“Os meninos estão colhendo o que plantaram. Eu trouxe o meu filho para o primeiro Rock In Rio, ali ele disse que queria ter uma banda. A partir daí criou a Tudo Pelos Ares e hoje estou emocionada ao vê-los aqui, conquistando o público. Eu pensei que não fosse aguentar”, contou a mãe do vocalista Eduardo, Sônia Molotievscki que estava acompanhada da neta, Vitória Molotievscki.

O cantor amazonense Zezinho Corrêa também foi uma das atrações. A homenagem feita pela banda com a versão instrumental rock and roll de Tic Tic Tac, executada no show, atraiu muitos fãs em busca de fotos com o vocalista da banda Carrapicho. A música, que teve alcance e projeção internacional, foi a escolhida para a campanha promocional da cidade de Manaus no festival.

No palco, o baterista da banda Rubem Junior, que agitou o público ao cantar “Iron Man”, do Black Sabath, levantou a bandeira do “Amazonia Live”, projeto socioambiental do Rock In Rio, para deixar a mensagem de conscientização sobe a preservação da Amazônia.
Encerrando a apresentação, o baixista Marcelo Lima fez um stage diving, se jogando no meio do público que prestigiou o grupo.

Formada por Eduardo Molotievscki (vocal e guitarra), Marcelo Lima (vocal e contra-baixo), Marcelo Neves (vocal e guitarra) e Rubem Junior (vocal e bateria) a Tudo Pelos Ares entra para a história como a primeira banda amazonense a se apresentar no Rock In Rio, um dos maiores festivais de música do mundo.

Maloca Urbana

Uma das personalidades de Manaus de reconhecimento internacional, o lutador de MMA José Aldo visitou o estande “Manaus: Maloca Urbana”, na noite desta quinta-feira (21). Acompanhado da esposa Viviane, o campeão conheceu o espaço promocional da cidade de Manaus e tirou fotos com fãs que também estavam participando das ativações do estande.

Morando no Rio de Janeiro há vários anos, Aldo contou que sempre que a agenda permite volta a Manaus. “Não tinha como eu deixar de vir prestigiar o espaço da minha cidade. Mesmo morando fora há muito tempo, muita coisa ainda carrego de Manaus. Não tenho como renegar minha origem. Tudo está presente no meu dia a dia, até na culinária. Eu sempre peço para alguém trazer algo de lá para mim. Às vezes ouço uma música e falo: essa é de Manaus. Precisamos disso, divulgar nossa cidade para um público diversificado como este do Rock In Rio”, comentou Aldo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *