Temer recebeu R$ 13,5 milhões em propina, diz Funaro

Homologada na última terça-feira (5), a delação premiada de Lúcio Funaro promete revelar que Michel Temer recebeu R$ 13,5 milhões em propina, segundo trechos obtidos pela Veja. Segundo aponta a matéria, o doleiro, que comandava as finanças do PMDB, afirma que nunca conversou diretamente com o presidente sobre o esquema de propina, mas que sempre era informado pelo ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha.

De acordo com a reportagem, Funaro apontou que Temer recebeu repasses de R$ 1,5 milhão do grupo Bertin, R$ 7 milhões da JBS e outros R$ 5 milhões de Henrique Constantino, do Grupo Constantino, com parte da campanha de Gabriel Chalita para a prefeitura de São Paulo em 2012. “Temer participava do esquema de arrecadações de valores ilícitos dentro do PMDB”, revela Funaro nos trechos obtidos pela revista.

Com o conteúdo da delação em mãos, Rodrigo Janot, deve apresentar em breve a segunda denúncia contra o presidente. A questão agora é sobre a força desta nova acusação após o procurador-geral da República determinar a abertura de uma investigação de indícios de omissão de informações pelos delatores da JBS em acordo prestado com a PGR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *