STJ pede apuração de fatos citado pela Veja

Na terça-feira, 12, a presidência do STJ expediu ofício à PGR, solicitando a apuração, com urgência, do noticiado nesta semana pela revista Veja, que divulgou reportagem com supostas mensagens trocadas via WhatsApp entre o diretor jurídico e uma advogada da JBS.

As conversas sugerem a compra de decisões em Tribunais Superiores e citam os ministros João Otávio de Noronha, Mauro Campbell e Napoleão Nunes Maia. “A sociedade não pode conviver com qualquer tipo de dúvida sobre a honra e a isenção de membros do Superior Tribunal de Justiça, cuja respeitabilidade é premissa inarredável para o pleno exercício da jurisdição.”

Na sessão de terça-feira, os ministros da 4ª turma do STJ manifestaram solidariedade aos ministros da Corte citados na matéria. O ministro Antonio Carlos Ferreira afirmou que não é a primeira vez que a revista Veja age desta forma, “jogando ao vento insinuações sem o mínimo de investigação e sem qualquer prova”, o que causa “grandes danos às instituições, aos ministros da Corte e a todos seus familiares.”

Fonte: Veja

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *