Sepúlveda Pertence deixa a banca de defesa de Lula

É oficial. O ex-ministro Sepúlveda Pertence não faz mais parte da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Em carta, ele anunciou “com pesar” a saída da banca de defesa. A missiva de Sepúlveda foi entregue ao presidiário por seu filho Evandro Pertence.

O ex-ministro termina, assim, o episódio mais triste e vergonhosos de sua carreira. Lula, entretanto, Lula disse que não aceita a renúncia. Sepúlveda Pertence terá que comparecer a Curitiba para conversar com o petista. O encontro dever ocorrer no decorrer desta semana.

Sepúlveda enumera diversos episódios que teriam sido preponderantes para a sua decisão, mas o fato marcante foi sem dúvida a verdadeira humilhação a que foi submetido pelo advogado Cristiano Zanin.