PT recorre ao STF para impedir a transferência de Lula

 Os petistas atacam de vários flancos: ao saberem que Lula será transferido para um presídio de São Paulo. Um grupo de deputados do PT deixou a Câmara no momento da votação da reforma da Previdência e resolveu “invadir” o Supremo Tribunal Federal.

Dias Toffoli, que presidia uma sessão, deixou o posto e foi para seu gabinete receber os comunistas.

Ao mesmo tempo, a defesa de Lula impetrava no STF um habeas corpus no gabinete de Gilmar Mendes. Entretanto, foram avisados que a decisão é de competência do ministro Edson Fachin.

Agora, os petistas estão recorrendo às redes sociais pedindo a mobilização da militância para que os ministros determinem que seja disponibilizada uma cela especial para Lula ou que ele permaneça em Curitiba, onde está preso.

O pedido de transferência de Lula foi solicitada pela própria defesa.

Acalmando os ânimos

Irônico, o governador João Dória (PSDB-SP) mandou um recado para a presidente do PT, Gleisi Hofmann:

Fique tranquila, ele será tratado como todos os outros presidiários, conforme a lei. Inclusive, o seu companheiro Lula, se desejar, terá a oportunidade de fazer algo que jamais fez na vida: trabalhar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *