Prefeitura promove ação de combate à sífilis na Ponta Negra

Manaus (AM) – Encerrando a Campanha Nacional de Combate à Sífilis, a Prefeitura de Manaus vai promover nesta quarta-feira, 6/11, no Complexo Turístico da Ponta Negra, zona Oeste, a partir das 17h, ações de educação em saúde, com distribuição de preservativos, e unidade móvel com oferta de teste rápido.

O secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi, explica que a campanha foi iniciada no mês passado, marcando o Dia Nacional de Combate à Sífilis, celebrado anualmente no terceiro sábado de outubro, e envolveu a intensificação de todas as ações de prevenção, de detecção precoce e do reforço na busca ativa de usuários dos serviços de saúde para a adesão ao tratamento, conforme orientação do prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto.

“São ações desenvolvidas durante o ano na rotina das unidades de saúde, mas a campanha anual é uma oportunidade para alertar a população sobre a importância do combate à sífilis, uma infecção sexualmente transmissível que, quando não tratada, é capaz de afetar o sistema nervoso e cardiovascular do paciente. Como também pode ser transmitida da mãe para o bebê na gestação ou no parto, é uma doença que traz graves prejuízos para a saúde da criança, como cegueira, má formação óssea e dentária, surdez e problemas neurológicos”, destaca Marcelo Magaldi.

No Complexo Turístico da Ponta Negra, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) vai atuar com o apoio de profissionais do Distrito de Saúde (Disa) Oeste.

Segundo a técnica responsável pelo programa de controle das Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs/Aids) e Hepatites Virais do Disa Oeste, enfermeira Rosanne Melo da Rocha, 11 profissionais de saúde irão atuar na abordagem ao público na Ponta Negra, orientando sobre a importância do uso do preservativo e encaminhando para a realização do teste rápido.

“A Unidade Móvel de Testagem Rápida oferece o exame para a detecção de sífilis, utilizando uma amostra de sangue retirada da ponta do dedo da pessoa e o resultado é liberado em no máximo 30 minutos. Quando é positivo para sífilis, é feito o encaminhamento para confirmação do diagnóstico, acompanhamento e tratamento na Unidade de Saúde”, informa a enfermeira, lembrando que a unidade móvel também vai oferecer o teste rápido para HIV e hepatites B e C.

A Semsa ainda disponibiliza o teste rápido para HIV, sífilis e hepatites B e C em 155 unidades de saúde da rede municipal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *