Pedido de suspeição de Gilmar Mendes é arquivado pela PGR

A palavra ousadia tem sinônimos como coragem, valentia, arrojo, peito, bravura, intrepidez, destemor, valor, ânimo, brio, desassombro, desembaraço, denodo, afoiteza, mas o termo pressão está fora do contexto gramatical. Na decisão em que arquivou o pedido de suspeição da força-tarefa da Lava Jato contra o ministro Gilmar Mendes, a procurado-geral da República, Raquel Dodge, criticou a postura de Aloysio Nunes Ferreira.

Para a procuradora o tucano ter procurado o ministro do STF para tentar influenciar uma decisão relativa a Paulo Preto foi “ousadia”. Mas, segundo ela, o caso não configura “amizade íntima”. A reação foi imediata: O senador Alessandro Vieira disse a O Antagonista que o arquivamento do pedido de suspeição de Gilmar Mendes “só reforça a necessidade da CPI da Lava Toga”.

“É preciso apurar com transparência as tantas situações nebulosas que envolvem membros da cúpula do Poder Judiciário”, acrescentou ele, que recomeçará nesta semana a colher as 27 assinaturas suficientes para apresentar um novo requerimento de criação da comissão — o primeiro acabou sendo arquivado.

Trajetória

O ex-senador Aloysio Nunes foi homem de confiança do terrorista Carlos Marighella no final da década de 60. De radical militante de esquerda. Aloysio, se transformou em um político autor de propostas associadas a setores conservadores.

Denunciado pela Lava Jato, o ex-senador foi grampeado citando a amizade com o ministro Gilmar Mendes como uma garantia de impunidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *