Para não usar tornozeleira, Lula pede para ficar preso

Para não usar tornozeleira eletrônica, o ex-presidente Lula da Silva determinou a seus advogados que não solicitem à Justiça a mudança de seu regime fechado para semiaberto ou aberto.

O petista avisou que só pretende ir para casa após eventual absolvição ou anulação da sentença que o condenou no caso do tríplex de Guarujá.

Segundo a Procuradoria-Geral da República, o ex-presidente já tem direito à progressão de regime, pelo cumprimento de um sexto da pena, como previsto no Código Penal e na Lei de Execução Penal.
Lula está preso em Curitiba (PR), numa cela da Polícia Federal desde abril de 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *