Palocci delata acordo do PT com maiores bancos do país

O ex-ministro petista Antonio Palocci resolveu contar tudo sobre os esquemas do PT para “arrecadar” dinheiro para as campanhas do partido.

Palocci afirmou – em seu acordo de delação premiada – que alguns dos maiores bancos do Brasil fizeram doações para campanhas eleitorais do PT em troca de favores durante as gestões petistas.

De acordo com trechos da delação divulgados nesta sexta-feira (19) no jornal o ex-ministro citou os bancos Bradesco, Safra, BTG Pactual, Itaú, Unibanco e Banco do Brasil.

Todas essas instituições, segundo Palocci, buscavam vantagens e informações privilegiadas sobre mudanças na taxa básica de juros … em troca, os bancos faziam doações eleitorais milionárias para as campanhas do PT.

Guido Mantega, ex-ministro da Fazenda, era o responsável por repassar as informações aos executivos dos bancos.

As instituições negaram as afirmações de Palocci.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *