Palocci confessa que sacava dinheiro sujo para Lula

Os crimes cometidos pelo ex-presdiente Lula estão sendo revelados em trechos da delação do ex-ministro Antonio Palocci. Em depoimento, o ex-ministro disse que tinha liberdade de ir pessoalmente ao banco Safra realizar saques em dinheiro, sem que as operações fossem informadas ao Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), como manda a lei.

Ele contou que fez retiradas de R$20 mil a R$100 mil em pelo menos cinco ocasiões diferentes na conta-corrente da safadeza.

Os saques no Banco Safra eram entregues pessoalmente ao ex-presidente Lula, segundo contou Palocci.

Ele confessou também haver acertado com o banco Safra intermediar os repasses de dinheiro sujo “de forma diluída e diversificada”.

Nem Antonio Palocci e tampouco o banco Safra explicam a origem do dinheiro vivo que o ex-ministro sacava à vontade, como relatou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *