Mais um petista admite que o PT roubou do povo para se manter no poder

Ciente e conivente, o senador Humberto Costa (PT-­PE) entrou definitivamente para o time dos petistas que resolveram assumir o óbvio e admitir que o partido se manteve no poder graças ao uso de dinheiro roubado do povo.

Segundo Humberto Costa, a roubalheira do PT ao longo dos 13 anos, fez parte do núcleo duro do partido. O senador foi ministro da Saúde do governo Lula, teve convívio intenso com o ex-ministro Antonio Palocci e um dos mais aguerridos políticos contrários ao impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

há poucos dias, o senador petista concedeu uma entrevista à Veja e assumiu publicamente que chegou a hora de o PT admitir que se envolveu em corrupção, pedir desculpas à sociedade pelos erros que cometeu, abandonar o discurso de “denúncia do golpe”. “A autocrítica é necessária, essencial, mas não é suficiente”, afirma Humberto Costa na entrevista.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *