Justiça estipula prazo para José Dirceu se entregar

O último recurso do ex-ministro José Dirceu na segunda instância foi negado por unanimidade pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) nesta quinta-feira, 17/5, em julgamento em Porto Alegre.

Com a decisão, acabam as possibilidades da defesa de recorrer no tribunal, e o ex-ministro tem que se entregar à Polícia Federal até as 17h desta sexta-feira, 18. Neste processo da Lava Jato, Dirceu foi condenado a 30 anos e 9 meses de prisão.

Após o fim da sessão no TRF-4, foi emitido um documento chamado de extrato de ata no processo, destinado à 13ª Vara Federal de Curitiba, que condenou Dirceu na primeira instância. A juíza substituta Gabriela Hardt, então, determinou a execução da pena. O juiz Sérgio Moro está em viagem.