Folha de São Paulo insiste na publicação de notícias falsas

A eleição ainda não terminou para a Folha de São Paulo. Só nesta semana, o ministro das Relações exteriores da Colômbia, o presidente eleito do Brasil e um ministro do STF tiveram que se manifestar publicamente para desmentir o jornal, por este ter publicado notícias falsas em relação direta ou indireta ao presidente eleito Jair Bolsonaro.

A Fake News desta sexta-feira, 2/11, diz respeito a uma suposta irritação de ministros do STF com a possibilidade de Sergio Moro ser indicado para o Supremo Tribunal Federal em 2020, ano em que Celso de Mello se aposenta. A Folha plantou a notícia: “Especulação precoce sobre ida de Moro ao STF irrita ministros”, onde dizia que Celso de Mello teria se sentido ultrajado e ofendido, segundo “uma pessoa próxima”.

Hoje, a secretaria de comunicação do STF emitiu uma nota sobre o caso:

“Não procede informação divulgada na mídia, nesta sexta-feira (2), de que o decano do Supremo Tribunal Federal, Ministro Celso de Mello, ter-se-ia sentido “ultrajado” com a perspectiva de posterior indicação de Sérgio Moro ao STF, em vaga decorrente da futura aposentadoria do decano. O Ministro Celso de Mello jamais deu qualquer declaração a respeito do assunto e repudia, veementemente, a notícia divulgada.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *