Depoimento de publicitário relaciona assassinato, chantagem e Lula

Curitiba (PR) – O publicitário Marcos Valério confirmou, na segunda-feira, 12/03, que o ex-presidente Lula estava sendo chantageado por Ronan Maria Pinto, por causa do assassinato de Celso Daniel. O juiz Sergio Moro presidiu a sessão.

O depoimento de Marcos Valério ao juiz Sergio Moro muda a história dos crimes de Santo André. O procurador federal Deltan Dallagnol convocou uma coletiva para a próxima quarta-feira, 14.

A chantagem

O empresário Silvio Pereira pediu para que Marcos Valério pagasse Ronan Maria Pinto, por este estar chantageando Lula sobre o assassinato de Celso Daniel.

Marcos Valério resolveu procurar José Janene, a fim de que ele lhe desse dinheiro do Mensalão, por meio da Bônus Bonval. José Janene, porém, negou-se a ajudá-lo, porque não queria se meter nesse episódio.

Foi só então que surgiu a ideia de pedir o empréstimo do Banco Schahin, saldado com a propina da sonda da Petrobras.

O caso relatado por Marcos Valério junta o assassinato de Celso Daniel, o mensalão e o petrolão. No centro disso tudo, Lula.

Deixe uma resposta