Com bebidas e drogas, pai leva filha de 14 anos ao motel

Um homem, que não teve a identificação divulgada, foi preso em flagrante na madrugada desta quinta-feira (12) após ser encontrado, pelo Juizado da Infância e da Juventude, dentro de um motel em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital do estado de Goiás.

O homem estava com a filha de 14 anos e outras três menores, com idades de 16 e 17 anos. O fato chamou a atenção pelo fato de ter ocorrido no dia em que se celebra o Dia das Crianças no Brasil.

O homem estava promovendo algum tipo de festinha com as garotas, que eram amigas. Quando as autoridades chegaram ao local, encontraram as menores bebendo e usando drogas. A princípio foi levantada a suspeita de que as jovens fossem garotas de programa, pois, além do pai de uma das adolescentes, estavam também outros dois homens, que participavam da festa.

O caso chamou a atenção de todo o estado, mostrando o quanto as crianças e adolescentes estão sendo vulneráveis, muita das vezes deixadas nessa situação por pessoas que deveria lutar para protegê-las.

Os agentes que acompanharam o caso afirmaram que o pai da adolescente tentou se explicar, dando como justificativa que estaria acontecendo um entretenimento sem más intensões, pois o intuito era apenas levar as meninas para passear.

‘’Foi constatada realmente a presença de menores consumindo bebida alcoólica e loló, Um fato que chamou muito a nossa atenção foi o próprio pai estar junto com essa menor, de 14 anos, e dizer que ele foi lá para ‘passear’. Não é um local para criança’’, afirmou a agente de proteção à criança e ao adolescente Tatiane Martins Vieira.

A explicação do homem acabou não dando muito certo, pois, ainda que ele não tivesse praticando nada de errado com as meninas, em um local como um motel é proibida para entrada de menores, ainda mais quando existe o consumo de álcool e drogas.

Nas redes sociais, especialmente no Facebook, centenas de internautas comentaram o caso, onde se manifestaram contra a atitude do homem.

Alguns chegaram a relatar que esse tipo de ocorrência é mais normal do que se possa imaginar, pois, segundo eles, basta um pequeno passeio nas favelas do estado que se pode comprovar o alto número de casos semelhantes, onde pais engravidam filhas e ambos continuam residindo no mesmo local.