Anistia Internacional denuncia “violação abjeta” em Gaza

A Anistia Internacional exige “que se pare imediatamente” com os ataques na Faixa de Gaza. Mais de 40 palestinianos morreram quando protestavam contra a transferência da embaixada dos EUA para Jerusalém.

A Amnistia denunciou na manhã desta terça-feira,15/5, a “violação abjeta” dos direitos humanos e de “crimes de guerra em Gaza, onde mais de 41 palestinianos foram mortos pelo exército israelita quando se manifestavam contra a transferência da embaixada dos EUA para Jerusalém.

“Assistimos a uma violação abjeta do direito internacional e dos direitos humanos em Gaza, pelo que exigimos que se pare imediatamente” com os ataques, lê-se na conta daquela organização não governamental na rede social Twitter.

Deixe uma resposta