A fotografia do debate na TV Tiradentes

No debate promovido pela Rede Tiradentes nesta segunda-feira, 15/10, o primeiro deste 2º turno, se resumiu em dois caminhos: um técnico e outro apenas midiático. Wilson Lima voltou a demonstrar completo desconhecimento dos problemas do Amazonas, especialmente os relacionados à Zona Franca de Manaus e, do outro lado, Amazonino Mendes prestando contas da reestruturação do Estado.

Quando oi questionado sobre a Lei 160 que protege a ZFM, Wilson discorreu sobre os ataques. Confundiu tudo. Neste contexto, tende a perder o apoio dos empresários e comerciantes de Manaus. Sobre a Informatização do Sistema de Saúde, o Sisreg, Wilson Lima foi desmentido por Amazonino, pois o sistema já existe, inclusive com parceria entre as secretarias estadual e municipal.

O atual governador pediu responsabilidade ao seu opositor por este está divulgando fake news em sua propaganda política, como no caso do faltade aparelho de Raio X no município de Eirunepé. Amazonino, com tom irônico, repreendeu Wilson Lima dizendo que ele foi desmentido por uma criança, pois o hospital do município tem o equipamento em pleno funcionamento.

Na questão da Educação, Amazonino citou várias vezes que criou a Universidade do Estado do Amazonas (UEA), acrescentando que a instituição está presente em polos no interior do Amazonas.

Nervoso, Wilson Lima se confundiu quando disse que o Novo não tem nada a ver com a idade, citando como exemplo o Para Francisco, que aos 81 anos, é um líder moderno. Foi a deixa para Amazonino. Este aproveitou para reforçar que sua cabeça é revolucionária, fazendo uma analogia com o Papa, justificando a contratação de uma Consultoria norte-americana para resolver o problema da violência no Estado.

Foi um embate entre uma velha raposa política e um apresentador de TV.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *