“Sapo” mandou executar o cabeleireiro

Manaus – O presidiário José Mateus da Costa Vieira, 28, conhecido como Sapo, é o mandante da execução do cabeleireiro e maquiador João Felipe de Oliveira Martins.

O pano de fundo da motivação está ligada ao tráfico de drogas no Mauazinho. A ordem partiu de dentro da Unidade Prisional do Puraquequara (UPP). “Sapo” também é apontado como mandante do homicídio de Cristina Martins da Silva, em 2011, irmã do cabeleireiro morto e tem dois processos de tráfico de drogas.

A polícia ainda procura por outras pessoas envolvidas no crime. A irmã do maquiador, que era usuária de drogas, foi morta, com dois tiros, quando ele tinha 14 anos e João Felipe estava no local do assassinato, no entanto, o processo corre em segredo de justiça.

Cristina morreu com dois tiro na cabeça, no dia 15 de abril de 2011, após ser perseguida por dois homens, na avenida Rio Negro, no Mauazinho, por causa de um débito com traficantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *