Mais de 200 candidaturas ‘laranjas’ são investigadas pela PF

Para evitar fraudes nas eleições municipais de 2020, a Polícia Federal acelera a conclusão de 221 inquéritos instaurados para investigar candidaturas laranjas nas eleições de 2018.

O número representa 12,5% do total de investigações sobre caixa 2 na última eleição. O PSL,sigla que o presidente Jair Bolsonaro concorreu, foi um dos alvos principal das investigações.

No Amazonas, seis políticos, incluindo a líder do governo na Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM), Joana Darc (PR) estão respondendo judicialmente por uso de supostos “laranjas”.

O inquérito apurou o registro de candidaturas “laranjas” com objetivo de ludibriar os eleitores e a Justiça Eleitoral.
O Ministério Público do Eleitoral (MPE), apontou que o PR realizou a candidatura falsa de uma mulher. Ela fez a denúncia ao Ministério Público Eleitoral.

Há a preocupação de que a prática se repita na eleição municipal do ano que vem, quando os partidos devem ter acesso a R$ 3,8 bilhões de fundo eleitoral, mais que o dobro do destinado na campanha passada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *