Justila Militar aceita denúncia contra sargento

A fiscalização ambiental da Prefeitura de Manaus, em parceria com o Batalhão Ambiental da Polícia Militar e o Grupo Integrado de Prevenção às Invasões em Áreas Públicas (Gipiap), realizou na manhã desta quinta-feira, 9/1, a retirada de 14 armações de barracos que estavam sendo edificados num trecho de encosta da área verde do conjunto Hileia 1, Redenção, zona Centro-Oeste.

O foco de ocupação irregular é o primeiro combatido este ano. Em 2019, foram contabilizados 72 focos de ocupações irregulares pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas). O trabalho de monitoramento continuará sendo feito no local com a finalidade de impedir que voltem a construir na área.

De acordo com o diretor de Fiscalização da Semmas, Enéas Gonçalves, no local não havia ninguém no momento da demolição. “Infelizmente, a indústria da invasão continua agindo de má-fé e colocando em risco a vida das famílias ao tentar ocupar uma área de risco como essa no Hileia 1, onde a retirada de vegetação pode desestabilizar a encosta e causar desmoronamentos”, explicou.

Segundo ele, já existe uma ocupação consolidada nas proximidades e a intenção dos invasores é avançar sobre a área verde do conjunto.======(ABr)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *