Mauro Naves é suspeito de ser sócio de advogado

O caso Neymar X Najila está se transformando num enredo de novela mexicana. O envolvimento do repórter da editoria de Esportes, Mauro Naves, no episódio, ganhou mais um desdobramento, após a Globo anunciar o afastamento do repórter da cobertura da Copa América.

Isso porque os executivos da emissora carioca suspeitam que o jornalista não é apenas amigo de José Edgard Bueno Filho, primeiro advogado de Najila Trindade – que acusa o jogador – mas também sócio do profissional.

Segundo o “Notícias da TV”, Naves teria algum tipo de parceria com Bueno no restaurante Paris 6 Vaudeville, na rua Haddock Lobo, nos Jardins, em São Paulo.

O que teria levantado a suspeita da alta cúpula da Globo foi o fato de o jornalista ter um quadro com sua imagem e um prato com seu nome no restaurante, além de uma imagem que circula nas redes sociais de um contrato assinado de sociedade oculta com Isaac Azar, ‘mentor’ do estabelecimento. “O cara sabe de tudo, meu amigo e sócio, Mauro Naves”, escreveu Isaac na legenda do post.

Mauro Naves segurando uma espécie de contrato ao lado de Isaac Azar, dono do Paris 6© Reprodução/Facebook Mauro Naves segurando uma espécie de contrato ao lado de Isaac Azar, dono do Paris 6
Porém, o nome do repórter não aparece na documentação da empresa registrada na Jucesp (Junta Comercial de São Paulo) sob a razão social de A3 – Vaudeville Comércio de Alimentos e Bebidas Ltda.

Ainda de acordo com a publicação, o advogado foi CEO do estabelecimento até 2018.

Agora, a emissora procura descobrir que contrato foi esse que Naves assinou e se ele, de fato, algum dia teve alguma relação societária com o Paris 6 e, principalmente, com o advogado Bueno Filho..

Naves está sendo investigado como suspeito de ter ajudado Bueno a tentar um acordo com o staff de Neymar Jr. para que Najila não denunciasse o jogador por estupro e agressão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *