PMM inscreve em oficinas de desenvolvimento profissional

Manaus (AM) – A Prefeitura de Manaus abriu 275 vagas para oficinas de orientação para o mercado de trabalho e desenvolvimento de habilidades, por meio do Programa de Acesso ao Mundo do Trabalho (Acessuas/Trabalho), gerenciado pela Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc).

As vagas são limitadas e estão disponíveis nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) dos bairros Compensa, Japiim, Terra Nova, Cidade Nova, São José 3 e 4, Alvorada III, Betânia e Glória. Em cada unidade do Cras estão disponíveis 25 vagas.

De acordo com a secretária municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania, Conceição Sampaio, o programa está disponível durante todo o ano, para que a população tenha acesso à capacitação profissional. “Devido à situação econômica do Brasil, uma das grandes preocupações do prefeito Arthur Virgílio Neto é de que as pessoas sejam qualificadas para o mundo do trabalho. E se observarmos, existem vagas de emprego, mas o que não temos é mão de obra qualificada, e, por meio desse programa, já temos históricos de pessoas que fizeram os cursos e conseguiram adentrar o mundo do trabalho, ” afirmou a secretária.

O jovem Alexander Gabriel, de 18 anos, participou de uma oficina sobre capacitação profissional e desenvolvimento empreendedor e já desenvolveu o próprio meio de renda. “Eu aprendi coisas que não imaginava, e me estimularam a tomar boas decisões, além de me planejar e pensar no futuro. Não sabia como investir ou empreender e por intermédio do curso, eu tenho hoje meu próprio negócio de investimento”, disse o jovem.

Para participar, o candidato precisa ter idade entre 14 e 59 anos e ser residente em Manaus. O interessado deve procurar uma unidade do Cras mais próxima de sua residência, portando a documentação obrigatória: RG, CPF, Título de Eleitor, Carteira de Trabalho e Número de Identificação Social (NIS), uma vez que o programa atende a usuários em vulnerabilidade social e econômica.

As oficinas possuem carga horária de 12 horas, e iniciarão a partir do dia 2/4 em alguns Cras. As oficinas estão divididas em quatro encontros que desenvolverão os participantes para o mundo do trabalho.

Temáticas

São abordadas na oficina e rodas de conversa temáticas que fortalecem o conhecimento, estimulam os jovens e adultos a desenvolverem habilidades pessoais, além da orientação na formulação de currículos, enfrentamento dos desafios do mercado de trabalho, realização de escolha profissional, comportamento e assédio no trabalho e a construção de um projeto de vida.

No término das oficinas, os usuários são orientados a fazer sua inscrição na Plataforma Progredir, um plano de ações do governo federal para gerar emprego e renda e promover a autonomia das pessoas inscritas no Cadastro Único, acompanhando as oportunidades de qualificação e de empregos existentes nessa plataforma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *