Deputado pode ser cassado por ofensas a Moro

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro. foi convidado a comparecer na CCJ da Câmara para prestar esclarecimentos sobre as mensagens divulgadas pelo site IntercePT.

Moro foi xingado várias vezes pelos deputados da esquerda, principalmente do PR e PSOL;

Se protegendo no famigerado foro privilegiado, o deputado Glauber Braga (PSOL-RJ) chamou o ministro de mentiroso e ladrão.

Marcivânia Flexa, deputada que comandava a audiência, decidiu encerrar a sessão e pediu aos secretários da casa que retirassem a palavra ‘ladrão’ das notas taquigráficas.

Rasteiro e covarde, o psolista pode ser cassado por falta de decoro ao rotular o ministro Sérgio Moro de adjetivos que caem muito bem à esquerda e ao chefe da quadrilha, Lula da Silva.

Assista o vídeo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *