Confirmado caso de atriz pornô com Trump

EUA – A atriz pornô Stormy Daniels foi submetida a um teste do polígrafo que concluiu ser confiável a sua versão de ter feito sexo desprotegido com Donald Trump no início de 2006, uma versão desmentida de forma veemente pelo presidente dos Estados Unidos, que casou com Melanie Trump em 2005.

O teste, realizado em 2011, foi obtido pela estação de televisão CBS News, e dá como verdadeira a história contada por Stormy Daniels.

Os advogados de Trump exigem à atriz uma indemnização de 20 milhões de dólares (16 milhões de euros), alegando que ela terá quebrado um acordo de não divulgação desse teste, algo que Stormy alega ser inválido. O problema para a pornostar é que o teste do polígrafo não é válido em tribunal em vários estados norte-americanos.

A primeira vez que a atriz revelou o caso com Trump foi numa entrevista à revista InTouch em 2011 e o teste do polígrafo foi realizado depois pela revista Life&Style, mas o resultado nunca fora revelado.