Alemanha rejeita ação contra a Síria

ALEMANHA – A chanceler alemã, Angela Merkel, declarou que a Alemanha “não participará” numa eventual intervenção militar contra a Síria em represália pelo uso de armas químicas por parte do regime do presidente sírio, Bashar al-Assad.

Numa conferência de imprensa em Berlim, ao lado do primeiro-ministro dinamarquês, Lars Løkke Rasmussen, Merkel ressalvou, porém, que para Berlim “o uso de armas químicas é inaceitável”.

“A Alemanha não fará parte de uma possível ação militar – e quero clarificar novamente que não há decisões tomadas -, mas vemos, e apoiamos, que tudo está a ser feito para mandar um sinal de que este uso de armas químicas é inaceitável”, declarou.