União sem partido

A eleição suplementar para o Governo do Amazonas deixou feridas difíceis de curar. PMDB e PSD perderam lideranças importantes. Somando-se a isso ao abandono de deputados e vereadores do Pros que se sentem abandonados, depois da cassação do governador José Melo, fez surgir na Assembleia Legislativa um grupo que promete ser unir e traçar novos caminhos na política amazonense.

Parte da Mesa Diretora e os caciques políticos estão se reunindo diariamente e traçando metas para resgatar a credibilidade e assegurar a reeleição em 2018. Uma das medidas imediatas é resgatar a CPI dos Maus Caminhos, para investigar o desvio de R$ 250 milhões, além de investirem em órgãos que são comandados por ex-governadores e, supostamente, alvos de corrupção.

Nos bastidores da Aleam, deputados comentam que os embates serão acirrados. Deputados do PMDB, Pros, PT, entre outros, estão caminhando juntos. Eles acreditam que podem liderar um movimento de renovação da política em 2018.

Rosalvo Reis é professor de Física e jornalista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *