Que seja feita justiça!

Por ser um aprendiz da Física, “sonho” de olhos abertos a procura de pessoas que entendam a beleza do Universo e acreditem na verdade. Infelizmente, no Brasil, vivemos num mundo de culto às pessoas desonestas, responsáveis pelas mortes de cérebros nas escolas e de grupos que pregam uma democracia recheada de demagogia e a participação no poder a todo custo.

Na minha visão não é hora de lutar para salvar pessoas, mas sim o País, atolado no caos econômico, na recessão, no desemprego, na violência e na vergonha internacional onde agentes políticos e públicos protagonizam o maior caso de corrupção de que se tem notícia na história da humanidade.

Quero, como tantos outros brasileiros com capacidade de discernimento e compreensão, que se faça justiça!!!

Que todos aqueles que se apropriaram de recursos públicos paguem por tão grave crime, além de devolver o que indevida e criminosamente levaram, privando o cidadão de saúde, educação, segurança, infraestrutura dentre outros. Todos, indistintamente, como republicanamente deve ocorrer, sejam do PT, do PMDB, do PSDB ou de qualquer outro partido político devem responder pelos crimes cometidos. Lugar de ladrão é na cadeia!!!

Lula foi processado, julgado e condenado no primeiro processo, sob a égide dos princípios constitucionais do devido processo legal e da ampla defesa. Falar em “golpe” e envolver o judiciário nesta trama é, no mínimo, menosprezar inteligência das pessoas, mesmo porque o senhor Michel Temer chegou ao poder pelo voto messiânico do PT.

Me causa total estranheza observar pessoas falando em perseguição da “elite” na condenação do senhor Lula. Afinal, o PT se aliou às “elites” para alcançar o poder.

Foram integrantes da ala da “elite” mais elevada deste país que proporcionaram o desvio de dinheiro público em benefício não só do partido, mas daqueles que já estão condenados ou sendo processados. Basta verificar as doações para campanhas eleitorais passadas. Então a “elite” que abastece de recursos, é a mesma elite “golpista”? Não há uma gritante incoerência nesta proposição? Não há uma incoerência ideológica por parte daqueles agentes políticos e públicos já condenados ou processados, que pregam distribuição de renda, mas se enriquecem às custas do trabalho alheio das “elites” através do achaque? Este comportamento é moralmente aceitável? Para mim isso tem uma definição: bandidagem!

Me desculpem a franqueza, mas Lula, assim como aqueles que já estão condenados e aqueles que estão sendo processados, não estão nem aí para o Estado Democrático! De fato querem poder. Só poder. Poder eterno sobre tudo e todos.

E poder a todo custo é sinônimo bestial da tirania! Basta! Basta! Basta!

Quem conhece realmente história sabe muito bem que os criminosos anistiados do passado, não praticaram ações violentas em nome de democracia, mas para imporem o regime que entendiam ideologicamente adequado. Ditadura! Igualmente ditadura!

Ainda que compreenda seu alinhamento político partidário de algumas pessoas, não se permitam, em homenagem às suas histórias de vida, descer ao nível da excrescência das mentiras deslavadas, como as protagonizadas publicamente pelo ex-presidente Lula, e tantos outros, desprovidos de dignidade e decoro, sustentando o insustentável.

Que no dia 24 de janeiro, o TRF 4 faça justiça para o povo e não se submeter às piores excrecências da humanidade!.

*Rosalvo Reis é editor do Portal Roteiro de Notícias