Prefeitura inicia campanha anual de vacinação antirrábica

Manaus (AM) – Acompanhados de seus cães, o dog alemão Pingo, a cadela american starffordshired Ronda e o pit bull Thor, o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, e a primeira-dama Elisabeth Valeiko Ribeiro abriram na tarde desta segunda-feira, 9/9, a Campanha de Vacinação Antirrábica Animal 2019. Prevista para ser realizada até o dia 7/11, a campanha pretende vacinar 80% da população canina e 100% da população felina de Manaus.

Na campanha antirrábica de 2018, o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), conseguiu vacinar 234.544 animais.

“Este ano, queremos bater esse número e já determinei que a Semsa busque alcançar 100% da meta, tanto para cães como para gatos. Fizemos um grande trabalho no ano passado e vamos repetir a dose. Lembrando que, ao se tratar da imunização de pessoas, fizemos 106% na H1N1 é 103% no sarampo, batendo todas as metas acima de outras cidades. Agora, vamos fazer uma bela campanha antirrábica, para garantir a proteção dos animais de estimação e, consequentemente, da população”, garantiu o prefeito, durante a abertura da campanha na unidade móvel do CCZ instalada no Centro Social Urbano (CSU), no Parque 10 de Novembro, zona Centro-Sul.

A campanha anual de vacinação antirrábica animal é uma das estratégias de controle da raiva desenvolvidas pela Prefeitura de Manaus. O CCZ mantém, durante todo o ano, a oferta de vacina antirrábica para cães e gatos, buscando reduzir o risco de transmissão do vírus da raiva entre os animais, protegendo também a saúde dos seres humanos.

Para a execução da campanha, a Semsa realizou processo seletivo para a contratação de 250 vacinadores, que irão atuar por meio do sistema de vacinação casa a casa, e simultaneamente nos Distritos de Saúde (Disas) Norte, Sul, Leste e Oeste, de segunda-feira a sábado, conforme cronograma elaborado pela equipe do CCZ.

O secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi, lembrou que quem quiser pode levar seus animais para vacinar nos pontos fixos instalados no CSU do Parque 10 e no shopping Phellipe Daou, na zona Leste.

“Além dos pontos fixos abertos para atender o público, nós teremos 250 vacinadores, que irão de casa em casa, com foco prioritário nas zonas Leste e Norte. Pedimos que vacinem seus animais para mantermos a doença sob controle, uma vez, que há 40 anos não temos casos de raiva em Manaus”, explicou Magaldi.

A vacina, do tipo Cultivo Celular, será gratuita, administrada em cães e gatos com idade a partir do terceiro mês de vida. No momento da vacinação, as equipes farão a entrega do comprovante ao tutor do animal vacinado. É necessário que a população colabore recebendo os vacinadores em casa para que os animais possam ser imunizados.

Além da área urbana, o CCZ já está finalizando a campanha antirrábica animal na zona rural de Manaus. As equipes do CCZ atendem as áreas localizadas ao longo da rodovia AM-010 (Manaus – Itacoatiara) e da BR-174 (Manaus – Boa Vista), estendendo a cobertura vacinal até os limites territoriais do município. No perímetro rural fluvial, o trabalho é realizado nas comunidades ribeirinhas localizadas nas margens dos rios Negro e Amazonas. Desde 1988, não há registro de casos de raiva canina ou felina em Manaus.

Raiva

A raiva é uma doença infecciosa viral aguda, que acomete mamíferos, inclusive o homem, cães, gatos e morcegos. É caracterizada por ser uma encefalite progressiva e aguda, sendo letal em aproximadamente 100% dos casos, causada pelo vírus do gênero Lyssavirus, da família Rabhdoviridae. Pode ser transmitida ao homem pela saliva de animais infectados, principalmente por meio da mordedura, mas também pela arranhadura ou lambedura desses animais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *