Prefeitura capacita cem servidores para administrar conflitos

Manaus (AM) – Para apresentar técnicas de como lidar com conflitos que possam surgir no desempenho da função, a Prefeitura de Manaus abriu nesta quarta-feira, 24/4, uma qualificação para cem servidores da área de segurança, na sede da Casa Militar, na Compensa, zona Oeste.

Ministrado pela Secretaria Municipal de Administração, Planejamento e Gestão (Semad), por meio da Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (Espi), o curso é uma demanda identificada no Levantamento de Necessidades de Capacitação (LNC) da Espi, que faz parte do Programa de Capacitação Continuada, no eixo de Segurança, de acordo com secretário da Semad, Lucas Bandiera.

“A política de qualificação da Prefeitura de Manaus fundamentada no projeto Manaus 2030 é voltada para fomentar a excelência dos serviços prestados à cidade e, de forma contínua, preparar servidores para melhores resultados e eficiência em gestão, como nos determina o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto”, ressalta Bandiera.

O curso aborda práticas e estratégias de gerenciamento de conflitos, suas aplicações e métodos utilizados, contribuindo para um ambiente de trabalho saudável, com mais qualidade de vida e produtividade, permitindo maior eficiência no atendimento ao cidadão.

O secretário-chefe da Casa Militar, coronel Antônio Brandão, destaca que participam do curso guardas municipais e servidores da Secretaria Executiva de Proteção e Defesa Civil de Manaus (Sepdec), que atuam em segurança municipal e atendimento ao público. “Para qualquer instituição, o melhor investimento sempre será o ser humano. Com a orientação do prefeito Arthur Neto e a parceria da Semad, procuramos qualificar e especializar nosso quadro de servidores”.

Já de acordo com o diretor da Guarda Municipal, Diego Coelho, o efetivo que atua nas ruas, praças e órgãos municipais deve estar preparado de forma física e mental para a função. “Esse nivelamento de gerenciamento de conflitos é importante porque os guardas participantes vão nivelar gerenciamento de conflito, de conversas, de administração e vão estar prontos para melhor servir a população”, afirma.

Inteligência emocional

Segundo a instrutora, a especialista em recursos humanos Sônia Grasseschi, qualquer pessoa está sujeita a enfrentar conflitos em situações de trabalho. “Esse assunto é fundamental para o dia a dia de trabalho. O autoconhecimento e a inteligência emocional são assuntos importantes para que os servidores consigam cumprir melhor sua missão, principalmente do trabalho que têm para a comunidade”, frisa.

Para a servidora Eveline Atem, que atua na Gerência de Operações Especiais da Guarda Municipal, o curso vai contribuir para aprimorar técnicas de abordagem. “A equipe que faz parte da nossa gerência geralmente atua nessa área de invasão, de conflitos. O conhecimento vai auxiliar até a maneira de se expressar, para que as pessoas não nos interpretem mal na hora de uma atuação, de uma abordagem”, analisa.

O curso tem carga horária de 15 horas, e as aulas seguem até dia 30/4, das 14h às 17h, na sede da Casa Militar, na avenida Padre Agostinho Caballero Martin, nº 770, Compensa, zona Oeste.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *